Vesícula: Parte III – Vivendo sem vesícula

Os primeiros 3 meses sem vesícula

Os três primeiros dias foram bem complicado, eu senti um pequeno incomodo internamente na região dos pontos, mas quando eu tinha que movimentar o abdome, como por exemplo, sentar, levantar, deitar, espirrar, tossir e fazer o número 2 era bem complicado. Fora isso foi bem tranquilo, até porque no quarto dia eu já fui trabalhar e como eu trabalho sentado no computador não teria nenhum problema, para quem tem um trabalho pesado a recomendação é de 10 ou 15 dias de repouso.

Em relação à alimentação meu médico simplesmente pediu que evitasse gordura, no mais poderia comer normalmente. Fui muito rigoroso na minha alimentação nas primeiras semanas.

Três semanas depois eu comi uma picanha, aquela gordurinha maravilhosa, pra quê, não deu 5 minutos que eu havia terminado e começou me dar muita dor de barriga, uma dor que aumentava rapidamente e meu intestino estava avisando que precisava evacuar aquela gordura urgentemente, para minha sorte o restaurante era próximo do meu trabalho, mas por muito pouco não aconteceu uma tragédia. Meu médico já havia avisado que se eu exagerasse na gordura eu teria diarreia, até porque não tenho mais aquele repositório de bile (a vesícula) que ajudava na quebra da gordura, como o organismo não da conta ele simplesmente elimina.

Com muita frequência, a cada refeição eu tinha diarreia, tudo dependia do que eu comia, no dia que eu não comia gordura eu não tinha problema.

Após 30 dias retornei com o Dr. Henrique e esse era o momento de eu tirar todas as minha dúvidas. Primeiramente o Dr. me informou que minha vesícula tinha ido para uma analise laboratorial e que a mesma estava em perfeitas condições, com aparência, textura, coloração e viscosidade nos parâmetros normais. A vesícula tinha 12 cm e a maior pedra possuía 0,6 cm e a melhor notícia que não havia nada de maligno.

A priori o médico me deu alta, ou seja, não havendo a necessidade de retorno ao menos que ocorra algo fora do normal. Fiz três perguntas que para mim eram fundamentais e devem ajudar vocês também.

1 – Como será o funcionamento do meu sistema digestivo sem a vesícula?

R: A vesícula é responsável em armazenar bile produzida pelo fígado, na ingestão de um excesso de gordura a vesícula é acionada e injeta uma quantidade de bile extra para a digestão da gordura. Na falta da vesícula a bile é direcionada constantemente ao intestino, na ingestão em excesso de gordura o intestino não terá mais o apoio da vesícula e nesse caso ocorre à diarreia que elimina toda gordura ingerida.

2 – Sem a vesícula vou engordar?

R: Pelo contrário, se você consome muita gordura e seu intestino não dá conta de digerir e absorver, então a baixa absorção de gordura faz com que as chances de engordar seja menor.

3 – Posso fazer academia?

R: Por enquanto não, é bom aguardar pelo menos 45 dias pós cirurgia e mesmo assim começar bem de leve.

1  e 3 anos sem vesícula

Passaram-se 1 ano e posso dizer que melhorou em torno de 30% as incidências de diarreia. Continuo evitando comer a gordurinha da picanha, um cupim, comida oleosa e etc. O lado bom que minha rotina está normalizada, estou praticando atividade física, não sinto nada no local da cirurgia e ficaram apenas duas pequenas cicatrizes na barriga.

Em 3 anos as incidências de diarreia melhoraram em 50%. Aquela feijoada que me fazia mal já não me causa nenhum problema (se for a feijoada light), só se eu comer o torresminho/pururuca aí a coisa desanda. Acredito que nosso organismo nunca será o mesmo, até porque todo órgão tem sua importância para o bom funcionamento do todo, mas a gente acaba se adaptando.

Atualmente 6 anos sem vesícula

O tempo passa rápido e 6 anos depois acredito que o funcionamento do meu organismo se manterá como está. Melhorou em 70% a incidência de diarreia. Eu ainda me preocupo com o excesso de gordura, se eu tenho a intenção de extrapolar eu preciso saber se no local tem banheiro e que não posso sair desse local até os efeitos colaterais começarem kkk.

Nesses 6 anos vocês não tem ideia de quanto aperto já passei, de ter que procurar um posto de gasolina no meio do trânsito, de sair da casa de alguém e ter que voltar só para ir no banheiro e várias situações que vocês também vão passar para o resto da vida.

Bom, aqui eu encerro essa sequência de três posts e gostaria muito de ouvir o relato de vocês nos comentários, fiquem a vontade para tirar dúvidas. Para quem não leu a parte II e III da saga clique nos links abaixo.

Leia Vesícula Parte I, Vesícula Parte II.

You may also like...

24 Responses

  1. Regiane disse:

    Achei interessante esse seu post…estou prestes a fazer a cirurgia pra retirar a vesícula tb,muito nervosa por sinal rs mas foi bom ler que é tranquilo esse tipo de cirurgia.
    Que bom que deu td certo pra vc!!!
    Até mais!!

  2. jaqueline disse:

    Engraçado que cada relato seu foi como o meu, tenho 17 dias de operada e estou muito aliviada por ter feito,pois as crises eram terriveis e insuportáveis.
    Voltei ontem ao trabalho porem sentir muitas gases e falta de ar (nao sei se tem relaçao )espero ficar 100¢ logo.

  3. Rosane disse:

    Olá!

    Gostaria de saber se mesmo quem não tem problema na vesícula, pode está retirando-a para melhorar o funcionamento do intestino?

    Obrigada!

  4. Lea C M disse:

    Eu fiz a minha tb faz uns 20 dias, mas o medico pediu pra chegar as 8h no hospital me colocaram no quarto 12:35 e só foi me operar as 16:45, não vi o “meu medico” nem antes nem durante (pois estava anestesiada) nem depois….estou ate duvidando que foi ele quem me operou…pois vi outro medico ” da equipe” assinar minha ficha com o carimbo do “meu medico” e tb quando fui tirar os pontos não foi ele quem me atendeu…fiquei sem saber o que comer como proceder, se sei que na segunda semana ja peguei peso meu filho de 3 anos, ja comi de tudo no primeiro dia pois eles me levaram café com pão geleia manteiga bolo no hospital e como estava morrendo de fome mais de 24 horas se comer e beber comi tudo, na hora do almoço deve arroz, salada, um frango assado, suco de mandioca, tb comi td…resumindo estou sem orientações medicas e com raiva do mesmo, e estou sentindo uma dores no umbigo onde tem o corte e em todos os outros eles ardem, ainda incomoda para dormir, tive atestado de 15 dias porem com filhinho pequeno ja viu neh? trabalhei um dia e peguei ferias…Operei no Hospital Vitoria (CURITIBA_PR) e meu medico Dr. Paulo Afonso Nunes Nassif, agora nao sei o que faço se procuro outro se volto nele mesmo…se é normal ainda sentir estas dores…mas como vc escreveu 45 dias sem esforço, eu ja fiz….adorei seu blog!!!

  5. Thais Monteiro disse:

    Vou fazer a cirurgia, isto me aliviou um pouco, mas ainda estou com medo.. Obrigada!

  6. Carolina disse:

    Olá!

    Eu operei faz 3 anos. E ainda tenho problema com as dores de barriga. Você fez alguma dieta? Você ainda tem esse problema? Obrigada!

  7. admin disse:

    Olá Carolina, eu atualizei o último post da vesícula relatando minha vida 6 anos sem vesícula. Não faço dieta, como de tudo, mas sei que se eu comer aquela gordurinha eu vou ter dor de barriga.

  8. admin disse:

    Olá Roseane, claro que não, ela é fundamental para auxiliar a digestão de grande quantidade de gordura. Não faça isso hemm kkk.

  9. Simone disse:

    No dia 6 de outubro fiz minha cirurgia de vesícula ( laparoscopia) , nos 4 primeiros dias eu fiquei meia que dolorida, com prisão de ventre, mas logo depois eu comecei a recuperação . Meus pontos estão sequinhos e estou aguardando o dia da próxima consulta para fazer a retirada dos pontos, que será dia 20 agora. Estou evitando por enquanto frituras, mas já comecei a comer carnes magras,fazer arroz com óleo, frangos assados etc. O que tenho notado é que estou com muita prisão de ventre, e no meu caso não está adiantando comer mamão e tomar iogurt. Ta sinistro meu intestino rsrsrsrs mas nada grave. A cirurgia é bem tranquila e a recuperação também .

  10. Elaine disse:

    Oi, fiz minha cirurgia dia 13/10/2015, foi bem tranquila anestesia geral, o ruim realmente é o pós operatório não ter posição pra dormir, nos primeiros dias sono tranquilo nem pensar, mas agora quase um mês ta tranquilo, ainda estou em fase de testes alimentares, o que posso o que não posso comer, já evitava gorduras, agora então estou mantendo. As vezes se como alguma coisa mais pesadinha o estomago já da um revertério e uma dorzinha, então quando saio pra algum lugar evito comer alguma diferente, vai que né. Perdi 6kilos depois da cirurgia, e espero manter ou perder mais.

  11. Adriano Lopes disse:

    Que bom Elaine que deu tudo certo, como mencionei no post esse cuidado com alimentação você terá pra toda vida. Acredito que você tenha perdido peso pelos cuidados que vem tendo com alimentação, até porque a cirurgia não interfere na absorção dos nutrientes dos alimentos. Qualquer novidade contribui pra gente, até mais.

  12. Sybelle disse:

    Adorei seu documentário. Parabéns.
    Então eu fiz a minha cirurgia agora dia 17/12/2015, semana passada agora eu estou aliviada pois sentia mtas dores

  13. Adriano Lopes disse:

    Que bom que deu tudo certo Sybelle, pena que foi bem na época das festas de fim de ano, não vai exagerar na comida kkk.

  14. Luciana disse:

    Boa tarde!!

    retirei a vesícula há 93 dias e já perdi 8kg, me alimento 80% de frutas e verduras e só tive 3 crizes de diarréia, o chato é que não faço o 2 todos os dias, isto me preocupa. VC perdeu peso durante qto tempo? é normar o intestino ficar lento?

  15. Adriano Lopes disse:

    Olá Luciana, meu intestino sempre funcionou muito bem, mais ainda depois da cirurgia onde o mesmo está bem sensível em digerir gordura. Acredito que você tem poucas crises de diarréia por conta da sua alimentação que está focada apenas em carboidratos. Seu intestino irá funcionar melhor quando você distribuir melhor os macronutrientes em pelos 55% carboidratos, 35% de proteínas e 10% de gordura. Boa recuperação.

  16. Waleska Queiroz disse:

    Que maravilhoso foi ler seu blog. Estou operada há 37 dias. Nao tive mtos episódios de diarreia, mas tenho prestado atenção em td que como. Minha dúvida é: Vc teve alguma problema de fígado por conta da retirada da vesícula??? Fico preocupada com isso. Na verdade, meu problema está sendo mais psicológico. Fico paranoica com tudo… Rsrsrs… Brigada! Bjao!

  17. Thiago disse:

    Olá
    Fiz a minha cirurgia a 10 dias, me sinto super bem, quando como algo mais pesado me da diarréia porém apenas uma vez por dia, assim procuro ir ao banheiro pela manhã e assim fico livre a tarde desses trastornos que a visicula nos causa kkkk meu médico disse que apenas 10% tem essa diarréia eu discordo, pois todos que eu conheço que retiraram a visicula reclamam de problemas evacuatôrios, minha única dúvida é quanto aoa exercícios, sempre fiz academia estou louco p voltar mas meu médico disse p voltar em 2 meses… mesmo assim estou com um pé atrás para o não surgimento de ernias o que acontece com quem faz força depois de alguma cirurgia… o que vc pode me dizer sobre o os exercícios pesados de academia? Valeu

  18. Adriano Lopes disse:

    Olá Waleska que bom que você está bem. Olha, fique tranquila que nada vai acontecer com seu fígado por conta da falta da vesícula. Atualmente estou com um pouco de gordura no fígado por conta do meu sobrepeso, mas já estou cuidando disso com reeducação alimentar e atividade física. Boa recuperação, bjs.

  19. Adriano Lopes disse:

    Olá Thiago. Esses 10% aí está errado hemm kkk todos que eu conheço que fizeram a cirurgia se queixaram das diarréias. A minha alta médica também foi depois de 2 meses, depois desse prazo eu já pude voltar para academia mas pegando leve. Fiquei um mês no aeróbico bem de leve porque eu ainda sentia umas fisgadas no umbigo, depois que fui ganhando confiança eu aumentava a carga dos pesos. Em dois meses os pontos já estão bem cicatrizados, minha dica é ir começando de leve e conforme o ganho de confiança você aumenta a carga. Boa recuperação, abs.

  20. Elisangela disse:

    Ola me chamo Elisangela tenho 34 anos operei de vesicula tem 4 meses as vezes tenho diarreias mas o que me incomoda mesmo são as dores perto do estomago e os gases que são demais estou preocupada com essa dor não é insuportavél mas incomoda sera que isso passa sera que são os gases eu tinha gastrite tratei mas sei identificar gastrite e dor normal estou achando estranho vc acha que tenho que sequir uma dieta para isso melhorar

  21. Sarah disse:

    Oi! Achei seu blog por acaso e fico aliviada de saber que não sou a única com esse “problema colateral” rs tenho 10 meses sem vesícula e não posso almoçar fora sem ter certeza que no local há um banheiro apropriado pra uso ou que estou perto de casa. Acabei ficando intolerante a lactose também, mas até descobrir isso foram quase dois meses de bastante emergências hahahahaha fico feliz de saber que com o tempo os danos diminuem. Obrigada por partilhar a experiência.

  22. Adriano Lopes disse:

    Oi Elisangela. Sem dúvidas que o nosso corpo vai estranhar a falta de um órgão que é fundamental para o auxilio na digestão da gordura, por tanto, é bom que você tenha uma alimentação mais leve nos primeiros meses de cirurgia, tente evitar comer gorduras ou qualquer alimento que você percebeu que não caiu bem.

    Eu não lembro de ter sentido esses incômodos mas cada organismo reage diferente. Acredito que seu médico já tenha te dado alta, mas não custa nada falar com ele sobre o que está sentido. Boa recuperação Elisangela.

  23. Adriano Lopes disse:

    Bem vinda ao time dos desesperados Sarah kkkk. Já passei por cada apuros que você nem imagina. Como eu sempre digo que boas escolhas na alimentação pode evitar os constrangimentos ou retardá-los. Mas fica tranquila que com o tempo isso passa, hoje faz uns 7 anos que fiz a cirurgia e como de tudo, claro que quando eu exagero muito vou ter diarreias mas é bem difícil.

  24. André Cordeiro disse:

    Adriano em primeiro lugar parabéns pela enorme contribuição a comunidade com esse seu relato.

    Fiz a cirurgia a 1 semana e já sinto o drama do ˜piriri˜…. Também tenho tido muitos gases e sinto dificuldade para respirar as vzs, mas confesso que, mesmo antes da cirurgia, já sentia estes sisntomas, ou seja, minha vesícula já não era mais lá estas coisas…

    Tenho a esperança de que (com o tempo) eu me adapte a dieta, vou ao médico para saber o que posso fazer para aliviar os gases que são hoje meu maior encomodo…

    Grato!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Security Code: